BATBASE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FILMES

BATMAN BEGINS

 

Um novo começo...

     O que a soma de um diretor de filmes como Insônia e Amnésia com uma história famosa e um elenco de peso dá? Batman Begins.
     Para muitos sendo a melhor adaptação do Homem-Morcego, Batman Begins prende o espectador do começo ao fim com uma historia cativante e cenas fantásticas nunca vistas antes em um filme do homem-morcego.
     Mas para muitos que pensam que o projeto foi desenvolvido em 2004 se enganaram. Batman “5” é especulado desde o lançamento do último filme do morcego (Batman & Robin – 1997) onde se era cotado para a direção novamente Joel Shumacher (que não agradou muito) e George Clooney como Batman novamente (já que o ator tinha um contrato para dois filmes do homem-morcego). Mas com a morna recepção que Batman&Robin recebeu o projeto foi engavetado.

     Em 1999 a Warner levanta o astral dos fãs com o projeto Batman: Ano Um com Darren Aronofsky anunciado como diretor. O filme trataria (Assim como Begins) do começo de Bruce com o uniforme do morcego em Gotham. O filme teria um pequeno orçamento e protagonistas que não seriam famosos. Mais uma vez, como é de costume da Warner fazer, o projeto foi cancelado, para o então desenvolvimento de Batman Vs Superman, um filme com um mega orçamento (200 Milhões de Dólares), uma estrondosa direção de Wolfang Petersen e Script de Andrew Kevin Walker onde os dois heróis lutariam ate o final. Vários atores foram cotados na época. Jude Law era o favorito para colocar o capuz do Homem-Morcego (Curiosidade: Colin Farrel era o mais favorito para dar vida a Clark Kent), mas depois a Warner teve o pensamento de que não seria bom colocar os dois heróis juntos no mesmo filme.

     Vários outros roteiros foram colocados pela warner (ate um filme que mostraria as aventuras de Batman no futuro – Batman Beyond, foi cogitado), mas nenhum realmente saiu do papel.

     Mas em 2003 eis que surge a salvação. Christopher Nolan (em reunião na Warner para falar de uma biografia de Howard Hughes) foi convidado para dirigir a adaptação que partiria de um ponto “0” sem depender das outras adaptações já existidas. Sua idéia era de mostrar um filme real e não fantasioso. Como Nolan não lia quadrinhos chamou um roteirista de primeira que ainda por cima é super fã de Batman. O dito cujo, trata-se de David Goyer, no qual propôs fazer um filme que mostraria o tempo desde o assassinato de seus pais ate como se tornou no Homem-Morcego.
     Empolgado com o projeto que era super secreto Chris Nolan trancou-se com Goyer em sua garagem para montarem o projeto, no qual saiu com nome de Intimadation Game. O projeto era tão secreto que as reuniões com os produtores e chefões da Warner davam-se na sua própria garagem. Depois de um ótimo diretor e um perfeito roteirista faltava a peça principal para o tabuleiro: o próprio BATMAN. Christian Bale já havia sido cogitado para o papel, mas teve que enfrentar uma enorme concorrência inclusive a de Jake Gyllenhal (que hoje é cotado para viver Harvey Dent na continuação do filme) e GuyPearce. Até Cillian Murphy fez teste para Bruce Wayne, tanto que Nolan gostou tanto de sua atuação que o convidou para atuar como o vilão Espantalho. Mas não teve jeito o papel ficou realmente para Christian Bale.
     Aos poucos o elenco foi se completando com Michael Caine (Alfred), Gary Oldman (para viver o James Gordon), Lian Neeson, Katie Holmes e até Morgan Freeman para atuar como Lucius Fox.

     Com um orçamento de 180 milhões de Dólares as filmagens tiveram inicio.
     Depois de muito trabalho Nolan pode apresentar um ótimo filme com designe arrasador e um realismo nunca visto antes nos filmes do Batman. “Tudo tinha que funcionar, do Bat-móvel ao cinto de utilidades” Comenta Nolan.

     Na estréia a ansiedade era enorme. Afinal a última adaptação de Batman não havia sido o que realmente era esperado. Mas acabou todo mundo aplaudindo Chris e Goyer. “Fiz o filme que prometi fazer!” Exclama Nolan após a reação do público ao seu Batman Begins.
    Batman Begins trás uma atmosfera nunca vista antes, com uma trilha maravilhosa composta por dois grandes compositores (James Newton Hoard e Hans Zimmer ambos indicados várias vezes ao Oscar) e cenários maravilhosos.

    O filme conta como Bruce fez para se tornar Batman e o que o motivou a isso (Detalhe: até os 40 primeiros minutos de filme Batman nem se quer aparece), além de mostrar uma gotham dominado pela corrupção e pelo medo. De volta de uma longa viagem (que fez aprimorar seus conhecimentos sobre lutas, com o misterioso Henry Ducard interpretado por Lian Neeson) Bruce vê sua cidade “imunda” e resolve “Partilhar seu medo de Morcego com os bandidos corruptos de Ghotam” como ele mesmo menciona no filme. O filme não perde o pique hora nenhuma mostrando a batalha de Batman contra o plano diabólico de Ra´s Al Ghul até sua luta contra as loucuras do Espantalho.
     No final de tudo isso Batman Begins levou uma merecida indicação ao Oscar de melhor fotografia, três indicações ao Mtv Movie Awards 2006 (Melhor filme, Melhor Herói e Melhor Vilão) e além disso ganhou um enorme prestigio com o título (para alguns) de melhor adaptação pras telonas do Homem-Morcego.

 

por Anderson Narciso